About

Papo pós-moderno é um programa de entrevistas idealizado por Diego Marcell, ele busca saber de pessoas das mais variadas áreas da sociedade e de diversas opções ideológicas quais são suas visões sobre a pós-modernidade em seus contextos e segundo suas liberdades e formas de expressão. Esse processo faz parte de uma pesquisa/experiência sobre o estado sempre atual em que o papo rola tendo como suporte a linguagem audiovisual.

Os 12 primeiros programas Diego realizou praticamente sozinho, tendo em alguns deles a colaboração de Raquel Zanini como câmera e Rouglas Fernandes que substituiu a Raquel no décimo segundo episódio. A abertura destes primeiros continha a musica “A novidade” do projeto Jeferson Five e em alguns creditos trechos de musicas eletrônicas criadas pelo próprio Diego.

Na proposta inicial o programa deveria ter o máximo de 12 minutos, mas em alguns casos onde os assuntos se prolongaram e foram com temas interessantes, então foi optado por se fazer em duas partes, isso aconteceu com os programas 10, 11 e 12. A proposta inicial também era entregar um episodio toda quarta-feira, porém acabava por esta obrigatoriedade causar um sacrifício desnecessário e certa perda de qualidade do que se almejava.

Na nova fase acrescentamos um convidado que tem alguma ligação com o entrevistado para fazer parte da conversa e aumentamos o tempo para termos um verdadeiro papo, foi desenvolvida uma nova abertura mais dinâmica e montada uma verdadeira equipe de produção a partir do programa 13. A principio as produções não terão data fixa para irem ao ar, por trabalharmos de forma independente e sem auxilio externo algum (até o momento, pois esperamos por apoiadores) então os lançamentos serão informados previamente através das mídias sociais, portanto contamos com a ajuda de todos interessados para divulgação dos vídeos, nos compartilhamentos e também pedimos que se inscrevam no canal do youtube, sigam no twitter e/ou curtam a fan Page do facebook.

Este é um projeto que busca trazer a reflexão temas contemporâneos, mas não de forma estereotipada, nem vazia; queremos aproximar o teórico do povo e vice-versa; o erudito, a revolução, o arcaico e a projeção; sem academicismo, mas com acadêmicos; sem massificação, mas com multiplicidade.

Equipe:

Diego Marcell – idealização, roteiro, edição

Raquel Zanini – câmera

Rouglas Fernandes – câmera, edição

Ed Canedo – câmera

Giulia Junges – abertura, edição

Elephant Obeso – produção musical

Alanna Salvatti – câmera

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s